Constelações Familiares

 

As Constelações Familiares e Sistêmicas, utilizadas desde séculos no âmbito das sociedades tradicionais, foram desenvolvidas no Ocidente por Bert Hellinger. 

Este trabalho oferece um potencial de compreensão e de mudança através de um novo entendimento de nossa história pessoal. O seu enfoque sistêmico nos mostra que quando nascemos numa família herdamos um sistema de crenças e padrões de comportamento. Embora muitos aspectos sejam positivos, alguns deles, no entanto, podem pesar negativamente e atrapalhar a realização de nossa vida.   

Quando fazemos algo que na realidade não desejamos, ou quando deixamos de realizar ou agir como tanto gostaríamos, as Constelações Familiares nos mostram que o que nos acontece é em geral ligado à influência de outros membros de nosso sistema familiar, em função do que eles fizeram ou deixaram de fazer. Às vezes, são antepassados ou ancestrais que nem conhecemos. 

É difícil observar estas influências de maneira direta no grupo familiar. Porém elas podem ser a causa de doenças corporais graves como o câncer, distúrbios psicológicos como as depressões, bem como acidentes, fracassos ou dificuldades que se repetem em nossa vida. 

As Constelações Familiares representam um método que torna visíveis estas forças invisíveis, permitindo encontrar uma solução adequada aos problemas afetivos, psicológicos, profissionais ou de saúde.